Parceiros implementadores da monitoria comunitária independente reunidos em troca de experiência


Esta formação tinha o principal objectivo de harmonizar as ferramentas e dotar os membros implementadores da MCI de capacidades de realizar as suas actividades de acordo com as regras e procedimentos do projecto da MCI.

A Monitoria Comunitária Independente (MCI) é um modelo participativo de supervisão e controlo dos programas de assistência social básico implementada pela PSCM-PS e seus parceiros de implementação, financiado pela União Europeia através do Programa de Apoio aos Actores não Estatais (PAANE II), com o objectivo de melhorar a qualidade e o impacto dos programas de protecção social e promover a sua transparência, através da consciencialização, acesso a informação e participação activa do cidadão na demanda por melhores serviços e prestação de contas dos programas, bem como contribuir para a promoção da voz dos beneficiários do Programa do Subsídio Social Básico (PSSB).

Durante o dia 24 de Outubro do ano corrente, os membros implementadores da MCI estiveram reunidos no escritório da PSCM-PS para uma troca de experiência na implementação deste projecto. Estiveram presentes na troca de experiência os coordenadores do projecto de cada organização implementadora e seus oficiais de campo que, para além de várias outras questões partilharam os seus desafios, pontos fortes e fracos na implementação da MCI. Na mesma ocasião, discutiu-se a possibilidade de envolver os comités comunitários em todos os processos de implementação Do projecto.

No mesmo âmbito, os oficiais financeiros das organizações implementadoras estiveram reunidos no dia 04 de Dezembro, nos escritórios da PSCM-PS para uma avaliação dos desafios por eles enfrentados no seu trabalho e, por via disso, criar um plano de intervenção para limar as dificuldades, de modo a cada vez mais, melhorar as boas práticas de gestão financeira do projecto.

Estes encontros tiveram importância capital, por um lado para a harmonização dos instrumentos da Monitoria Comunitária Independente ou mesmo (todos implementadores devem falar a mesma linguagem), por outro lado, para desenhar novas metodologias de intervenção deste sistema de monitoria.

Moçambique celebra o Dia Mundial de Combate ao HIV/SIDA com apelo de mudanças de atitudes.


A Plataforma da Sociedade Civil Moçambicana para Protecção Social, participou nas celebrações na província de Nampula, Gaza (distrito de Chókwe), Província de Maputo (distrito da Manhiça) e Cidade de Maputo, através da subvenção feita aos seus membros/parceiros para prossecução das actividades da celebração desta data.

Ao longo destas províncias decorreram marchas, debates, campanhas de sensibilização, no sentido de chamar atenção a comunidade em geral para uma mudança de atitude em relação a novas infecções.

dia contra sida 1O HIV/SIDA, atinge o segmento mais produtivo da mão-de-obra, reduz os seus lucros, aumenta consideravelmente as despesas das empresas de todos os sectores de actividade porque reduz a produção, aumenta os custos do trabalho, conduz a uma perda de competências e de experiência. Representa, por outro lado, uma ameaça para os direitos fundamentais no trabalho, nomeadamente com a discriminação e a estigmatização de que são vítimas os trabalhadores e as pessoas que vivem com o HIV/SIDA ou que por ele são afectadas.

A epidemia, com as suas consequências, atinge mais profundamente os grupos vulneráveis, as mulheres e as crianças, uma vez que acentua as desigualdades entre homens e mulheres e agrava o problema do trabalho infantil.

Mais de 1 em cada 10 crianças menores de 18 anos (12%) é órfã de mãe ou pai ou de ambos, enquanto 16% dos agregados familiares em Moçambique têm um ou mais órfãos. As províncias de Gaza e Maputo Província, no sul do país, apresentam a proporção mais elevada de menores de 18 anos órfãos de mãe ou pai ou de ambos (19%).

A morte do chefe de família por HIV/SIDA, deixa um peso para a pessoa idosa na medida em que ela é responsável pelo sustento dos netos em situações em que os pais morreram vítima de HIV/SIDA, o que aumenta a vulnerabilidade desta camada e não só. Por estas razões, é importante investir na sensibilização para a mudança de comportamento de modo a evitar novas infecções pelo HIV/SIDA.

Dia Internacional da Pessoa Idosa 2019


As cerimónias centrais da comemoração desta data decorreu no pavilhão do Instituto de Formação de Professores na Cidade de Maputo e foi presidida pela Governadora da Cidade de Maputo, Iolanda Cintura que na ocasião afirmou que o lema escolhido para celebrar esta festividade este ano “ não deiteis fora as pessoas idosas: Elas são as nossas raízes” coloca-nos a reflexão da necessidade de proteger essa camada.

A Plataforma da Sociedade Civil Moçambicana para Protecção Social que também marcou a sua comparência na comemoração, afirmou que esta data poe as pessoas a reflectir a necessidade de uma maior consciência sobre os mecanismos de garantir uma protecção social adequada que ofereça dignidade a este grupo etário e, que os seus direitos sejam exaltados e reconhecidos.

No local, várias actividades lúdicas foram levadas a cabo, com destaque para o concurso de dança entre pessoas idosas, música, teatro, para além da testagem em saúde e, finalmente foi proporcionado um lanche para perto de 700 pessoas idosas presentes.

Video

Vídeos

Protecção social

Este vídeo chama a atenção para a importância da protecção social, especialmente para garantir apoios básicos a famílias sem meios próprios para satisfazerem as suas...

Saiba mais

Histórias de Sucesso

esmeralda laqueneEsmeralda Laquene

“Peco ajuda ao governo na construção de uma casa convencional, porque esta em que vivo actualmente não é segura, apos o ciclone Dineo que devastou muitas infra-estruturas aqui em Inhambane, consegui fazer alguns arranjos nesta casa só para não dormir ao relento”.

Veja a história completa

Próximo Evento

Nenhum evento marcado

Boletim Informativo

Receba todas semanas as nossas actualizações no seu email.

boletim download

Protecção Social em Moçambique

Um agradecimento especial a nossos doadores

Agradecemos a todos os nossos apoiantes, desde indivíduos, os governos e instituições, que optam por mudar a vida das mulheres, homens e famílias em todo o mundo. Nosso mais sincero agradecimento a todos.

  Oxfam Novib agir embaixada suecia reino dos paises baixos uniao europeia Unicef oit

footer logoPSCM-PS © 2016
Todos os direitos reservados.

LOCALIZAÇÃO
Primeira Rua Perpendicular a Padre João Nogueira No 35, bairro da coop.
Cidade de Maputo - Moçambique

Tel: (+258) 82 960 0331

Criação e Implementação: DotCom